Quadrilha contratava ‘dublês’ para burlar o auxílio-doença

Os chamados “Dublês do crime” eram contratados para se passar por outra pessoa, burlar as perícias médicas e conseguir o auxílio do INSS.

Uma operação da Polícia Federal gravou com a autorização da justiça golpistas tentando fraudar o auxílio doença. A fraude funcionava assim: uma pessoa que queria o auxílio do INSS, mesmo sem estar doente, contratava os serviços da quadrilha. Os “dublês do crime” se faziam passar pelos clientes e mentiam estar doentes. Para enganar os médicos, os golpistas ensaiavam mas as vezes não dava certo. Veja na reportagem aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s